Cachorros com medo de fogos de artifícios

Os fogos de artifícios, muito usados para comemorações são um grande vilão, que assustam, amedrontam e podem causar muitos traumas em nossos cãezinhos.

Tenho exemplos bem em casa, duas cachorrinhas, uma pinscher e outra yorkshire, as duas reagem de formas diferentes aos fogos, a primeira chega a ter convulsões e a outra dá ataque de nervosismo e raiva, observando elas, resolvi escrever, como forma de alerta para os donos que como eu, procuram pelo bem-estar dos nossos mascotinhos.

Primeiramente, o mais importante é saber o porque os fogos causam tanto estresse aos animais. O cão possui uma audição muito aguçada, e pelo fato de não saber o que está acontecendo e ser pego de surpresa pelo estrondo do fogos, pode apresentar respostas diferentes ao medo, como alterações no corpo, aumento dos batimentos cardíacos e pressão arterial, descarga de adrenalina e outros.

Para os animais barulhos altos podem significar perigo. Por isso, tendem a fugir de tais sons. Estrondos passam a ideia de que algo grande e poderoso se aproxima, como árvores caindo, relâmpagos, etc.

Os antepassados dos cães que mais fugiram desses sons foram os que mais tiveram chances de sobreviver. Como um instinto de sobrevivência. Alguns cães acabam tendo atitudes de se esconderem, como debaixo do sofá ou da cama, já outros ficam desesperados, correndo e passando por cima de tudo, podendo até, por um descuido escapar pelo portão podendo até sofrer um acidente.

O que fazer quando o cachorro está com medo dos fogos de artifícios?

Faça-o acostumar com o som dos fogos. Como?

Procure vídeos ou sons de fogos e coloque para seu bichinho ouvir, em um volume baixo. Associe o som dos fogos com algo que ele goste, como petiscos por exemplo, ou até mesmo um cafuné.

Conforme os dias forem passando, o volume poderá ser aumentado gradativamente, sempre associando com algo que o animal goste, até acostumar com o barulho.

Caso o treinamento com seu bichinho não funcionar e ele não perder o medo, o correto é não alterar seu comportamento em dia de fogos. Muitos donos acabam cometendo o erro de super proteger durante os estrondos, causando uma certa insegurança ao animal quando longe do dono.

O correto é tentar abafar o local onde estiverem, fechando janelas e portas, diminuindo assim o barulho. Se seu cão se esconder em algum lugar, não brigue com ele e nem o obrigue a fazer nada que ele não queira, pois isso pode acabar deixando o cão agressivo por sair de sua zona de conforto.

Em casos mais severos, converse com o veterinário, ele saberá se o caso precisar da administração de medicamentos contra ansiedade ou até mesmo terapias alternativas para controlar a tensão do seu pet durante a queima dos fogos. E lembre-se sempre de manter seu animal com coleira e identificação.

Dicas para ajudar seu pet:

  • Recomendação Terapêutica de acordo com a NTSV-TH002
  • Rescue, Cherry Plum, Rock Rose, Larch, Vervain e Sweet Chestnut.
  • As 6 essências virão num só frasco que durará de 10 a 15 dias.
  • Dar os florais uma semana antes dos fogos do reveillon, ou de algum evento com fogos, sua recomendação é para uso de cães e gatos.

Sempre pedir esta formula SEM CONSERVANTES em farmácia homeopática ou de manipulação.

Essa foi apenas uma sugestão de terapia, consulte seu veterinário para saber a quantidade ideal e quantas vezes dar florais, ou o melhor tratamento a aplicar ao seu pet.

Observações:

  1. Florais não possuem componentes químicos e não têm contra-indicações.
  2. Florais tratam as emoções e não substituem o tratamento médico veterinário.

Fontes:

Resumo do Artigo
Título do Artigo
Comportamento animal - Medo de fogos de artifícios
Descrição
Os fogos de artifícios, muito usados para comemorações são um grande vilão, que assustam, amedrontam e podem causar muitos traumas em nossos cãezinhos.
Autor
Empresa
AB Araujo
Logo da Empresa

Continue lendo:

Sobre AB Araujo

A Loja Agropecuária e Veterinária AB ARAUJO está no mercado há 29 anos, com ênfase na criação de Aves, Suínos, Bovinos, Equinos, Ovinos e Pet Shop.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *