Criação de Frango Caipira

O produtor tem uma possibilidade interessante na avicultura com a criação de frango caipira.

Neste artigo entenda como funciona a criação de frango caipira e descubra dicas úteis para a sua produção.

Sistemas de Criação do Frango Caipira

Frango Caipira

A classificação das aves de acordo a sua função econômica:

  • Para produção de ovos (poedeiras);
  • Para produção de carne (corte);
  • Dupla aptidão.

A Embrapa disponibilizou um manual intitulado “Sistema Alternativo de Criação de Galinhas Caipiras”. Nele, o proprietário terá as informações completas sobre a criação de frango caipira.

Nós vamos trazer alguns pontos que merecem destaque.

Primeiramente para criar um espaço para ter a criação de frango caipira, a Embrapa indica que seja usado e reutilizado de forma criteriosa materiais disponíveis na propriedade. Ou seja, veja com atenção o que você já tem e aproveite os recursos disponíveis para construir este sistema para a criação de frango caipira.

Outro ponto que a Embrapa indica é uma atenção sobre o conforto térmico.  Ela indica que seja construído em um local “bem-drenado, relativamente plano, ventilado, de fácil acesso e afastado de outros tipos de criações de animais”.

Também é recomendado o seguinte:

“atenção tanto a ventilação térmica como a higiene, tornando o ambiente agradável às aves. O rodapé poderá ser construído com tijolos, tábuas, taipa ou outro material disponível. A altura de cumeeira poderá variar, dependendo do material de cobertura”.

Resumindo, o tipo e a qualidade da construção de um galpão depende das condições climáticas do local, da finalidade da produção e dos meios econômicos disponíveis.

Lembre-se então que o galpão deve ser construído em locais secos, solos bem drenados e, de preferência, em locais onde o sol penetre várias horas durante o dia e esteja protegido das fortes correntes de vento.

Conselhos a considerar para a escolha da terra e o desenho dos galpões:

  • Seja do menor custo possível.
  • Não inundar e boa drenagem.
  • Tenha água potável.
  • Seja isolado de outras fazendas.
  • Fácil acesso às rotas e estradas afirmadas.
  • De dimensões que permitem uma boa disposição dos galpões e extensões futuras.
  • Os galpões serão construídos bem acima do nível do solo.
  • A orientação do galpão NO-Se, em sua maior extensão, é a mais adequada para a região costeira e de Buenos Aires, pois permite boa circulação de ar e evita a forte incidência do sol no verão.
  • Para a separação dos galpões, duas e meia a três vezes a largura do galpão deve ser considerada.
  • O manuseio adequado das cortinas e o uso da saliência do galpão contribuem para o controle da umidade; mantenha baixos os níveis de dióxido de carbono e amônia, permita a entrada de ar e puro e elimine o excesso de poeira no ambiente.

Para ler este manual completo, clique aqui.

Quais são os custos com a produção frangos caipiras?

Essa questão é muito variável. Normalmente o usto de produção é estimado em 20% do investimento. Mas vamos lembrar que o processo de produção de frangos caipiras tem as seguintes etapas:

  • Recepção;
  • Sangria;
  • Escaldagem;
  • Depenação;
  • Evisceração;
  • Lavagem;
  • Resfriamento;
  • Gotejamento;
  • Embalagem;
  • Armazenamento e aproveitamento de sobras.

Comercialização de frango caipira

A comercialização de frango caipira cresceu mesmo em tempos de crise. Muitos criadores tem optado pela criação de galinha. O frango caipira é considerado um alimento com bom valor nutricional e pode ser usado no preparo de diversos pratos.

Claro que vários fatores influem na qualidade na produção de frango caipira . Também é fato que a comercialização de galinha caipira ainda não acompanha os índices do comércio do frango industrial.

Criação de frango caipira: manejo

frango caipira

Destacamos as seguintes questões em relação a criação de frango caipira:

  • limpeza do ambiente.
  • temperatura adequada;
  • disponibilidade de água limpa, fresca e de ração específica.

Criação de frango caipira para corte: manejo

Normalmente para agricultura familiar é indicado o sistema de criação semi-intensivo. Isso permite um pouco de liberdade para as galinhas. Durante o dia elas podem circular em um local, e a noite são presas no aviário. É possível ter sucesso com uma granja de frango.

Em relação a alimentação, elas são criadas com ração à base de milho complementada com concentrados específicos, variando as quantidades em função da finalidade da criação. Embora o milho tenha sido usado durante séculos para alimentar galinhas caipiras e outras aves domésticas, existem algumas raças e híbridos comerciais que não seriam capazes de digerir adequadamente o milho inteiro.

Continue lendo:

Sobre AB Araujo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *