Criação de Porcos Caipira

Acredita-se que o porco seja um dos primeiros animais domesticados a serem  utilizados pelos seres humanos para consumo. Sua domesticação remonta a 4.900 anos antes da nossa era.

Até hoje o consumo de carne de porcos e seus derivados é grande no Brasil e no mundo, por isso muitos produtores tem a criação de porcos caipira como uma das suas principais atividades agrícolas gerando renda para muitas famílias no Brasil.

Quais são as características do porco?

O porco é amplamente utilizado em todo o mundo para a alimentação de seres humanos. É adequado para a produção de carne, pois cresce rapidamente, e para produtores menores não tem um alto investimento, sendo ótima fonte de renda alternativa.

Como toda atividade econômica, a criação de suínos geralmente se concentra em obter lucro. Neste caso, o produto mais comum derivado de porcos é a carne, que também pode ser processada para obter presunto, salsichas, etc … Esses produtos para suínos podem ser vendidos ou usados ​​como alimento.

Quantos quilos de alimento um porco come por dia?

Estima-se que o porco de granja na fase de engorda consome diariamente de 2,5 a 3 kg de ração.

Mas dependendo da criação e objetivo da granja de porco, pode-se se dar ao porcos grama, raízes, frutas e sementes. A alimentação deve ser balanceada e sempre com disponibilidade de água limpa a sua disposição.

Qual a melhor raça de porco para criar?

A criação de porcos é algo que acompanhou muitas famílias. É porque os porcos de engorda eram criados para obter carne. Tanto é que uma família poderia facilmente se alimentar durante todo o ano com carne de porco caipira.

Por isso, para muitos a Raça Landrace (pelagem branca) é considerada a melhor raça de porco para se criar. Mas isso vai se diferir levando em conta o seu objetivo.

Quanto tempo demora a criar um porco?

Isso é muito variável e também depende do objetivo do produtor. Em liberdade, os porcos podem viver até 15 anos . No entanto, sendo abatidos para o consumo de sua carne, o mais comum é que seu cativeiro não atinja 5 anos. De fato, em muitos casos, eles geralmente não passam de um ano de vida.

Na natureza, a fêmea do porco estará pronta para se reproduzir entre 9 e 18 meses de idade, muito antes dos machos que atingirem a maturidade sexual aos cinco anos.

Quando a fêmea está em seu estado fértil, muitos porcos machos se enfrentam, com batalhas ferozes para ganhar o direito de acasalar. O emparelhamento pode ocorrer uma ou duas vezes por ano, mas a taxa de mortalidade é alta.

Considerações gerais para a construção de espaços para criação de porcos

Em áreas quentes e úmidas, o resfriamento e a sombra são fatores importantes. Tudo deve ser o mais amplo e brilhante possível. As paredes do galpão devem ser construídas para que o vento sopre livremente através de boa ventilação. Os porcos devem ser protegidos contra o resfriamento temporário em algumas áreas, garantindo que o calor possa ser retido. Requisitos importantes dos galpões são:

  • Deve ser fácil manter-se limpo.
  • Não deve ser frágil às correntes de ar.
  • Luz solar e chuva forte não devem entrar na caneta.
  • A caneta deve garantir uma temperatura constante.

Tipos de pisos para criação de porcos

Os pisos de madeira não são recomendados devido a rachaduras que dificultam a manutenção da limpeza, por outro lado, os porcos podem morder a madeira e, no estado úmido, são suscetíveis à podridão.

Se você tem cimento, um piso de concreto é uma possibilidade mais eficaz. Uma desvantagem do concreto é que ele é um mau isolante. Quando está quente, é vantajoso que os porcos se deitem no cimento frio, mas quando está frio demais, ele flui do corpo e os porcos ficam muito frios.

suinocultura

Em porcos mais jovens, isso aumenta o risco de doenças, como pneumonia, por exemplo. A frieza do piso de concreto pode ser menor quando você perceber que os porcos eliminaram o material do leito. Para isso, vários materiais podem ser utilizados, como palha, serragem, folhas secas, etc.

Como precaução, é melhor não usar partes de plantas ou sementes que são venenosas quando ingeridas. Os porcos costumam morder roupas de cama finas e, às vezes, comem parte dela. Isso não pode causar nenhum dano, desde que o porco não coma plantas prejudiciais. Por exemplo, as folhas da planta de óleo de calêndula (Ricinus communis) não devem ser administradas. Isso tem sementes venenosas que podem estar entre as folhas.

Quais são as raças de suínos?

Existem muitas raças de porcos espalhados por todo o mundo. Cada raça possui características específicas, tamanho e peso que o tornam ideal para a finalidade para a qual é criado.

Atualmente, 108 raças de suínos são reconhecidas mundialmente. Mas há também mais 200 que não foram reconhecidas ou não são catalogadas oficialmente.

Algumas raças podem ultrapassar os 450 kilos. Por isso, antes da criação de porcos caipira você precisa saber qual o melhor tipo de criação para o seu manejo.

A Landrace é uma das raças mais produzidas no Brasil.

Quais são as principais raças de suínos criadas no Brasil?

Em todas as raças estabelecidas de suínos, existem pelo menos alguns tipos de porcos mais voltado ao consumo de carne.

Também deve-se admitir que todas as raças ainda possuem uma proporção de animais ricos em gordura. No entanto, a melhoria que foi alcançada nos últimos anos se manifesta claramente na atual produção suinícola. O porco do passado é um porco gordo e super gordo, o que difere da produção atual.

Raças de porcos que contêm altos níveis de bacon não desapareceram. Hoje, a classificação das raças de suínos é orientada para dois tipos de animais.

Por um lado, continua a classificação das raças voltadas para a produção de carne, ou seja, raças que buscam altos crescimentos, essas raças de carne buscam alto ganho de peso, boa conformação e bons cortes de carnes magras, alta eficiência e conversão alimentar, embora essas raças têm baixa qualidade na capacidade materna.

No entanto, aparecem as famosas raças maternas, que são as raças de porcas que buscam melhorar a reprodução nos rebanhos, de maneira que grandes ninhadas são combinadas com melhores ciclos de reprodução nos animais e, assim, melhoram a lucratividade dos negócios.

criação de porcos

As raças maternas, por outro lado, são raças altamente prolíficas, ou seja, alto número de porcos nascidos, boa capacidade materna de aumentar o número de leitões desmamados, animais que são fáceis de detectar calor, boa produção de leite, embora tenham características ruins. na produção de carne.

Quais as raças de porcos no Brasil?

O Brasil é o quarto maior produtor e exportador de carne suína do mundo.

Vamos conhecer as raças de porcos que são comercializadas aqui no Brasil:

  • Landrace: pele e pelagem fina. Chega a pesar até 300kg.
  • Large White: pelagem branca e pode apresentar porte grande;
  • Duroc: usada para produção de banha;
  • Pietrain: finalidade de produção de carne e toucinho;
  • Hampshire

Continue lendo:

Sobre AB Araujo

A Loja Agropecuária e Veterinária AB ARAUJO está no mercado há 29 anos, com ênfase na criação de Aves, Suínos, Bovinos, Equinos, Ovinos e Pet Shop.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *